AGL dá posse a novos membros

A Academia Gloriense de Letras (AGL) realizou na noite do dia 20 de agosto de 2016 a Sessão Solene de Posse e Diplomação de novos acadêmicos, ampliando seu quadro de Membros Efetivos. A cerimônia, que teve como palco a Câmara Municipal de Vereadores de Nossa Senhora da Glória, reuniu diversas autoridades, políticos, comerciantes, profissionais liberais, educadores e representantes das academias: Sergipana de Letras, de Ciências Contábeis, do Amplo Sertão Sergipano, Estanciana de Letras, Dorense de Letras, Canideense de Letras, além de amigos e familiares dos acadêmicos.

Após o cortejo acadêmico, a solenidade foi aberta pelo presidente da AGL, Jorge Henrique Vieira Santos, que reiterou a honra, o privilégio e o compromisso de tornar-se membro da 1ª Academia de Letras fundada no interior do Estado de Sergipe e destacou a alegria de poder homenagear também naquela noite mais um artista gloriense com a medalha de Honra ao Mérito.

Na ocasião, foram empossados como Membros Efetivos: Leunira Bastista Santos Sousa, na cadeira número 16, tendo como Patronesse a educadora Maria Helena de Andrade Pereira; André Luis Santos, na cadeira número 17, patroneada pelo poeta José Santos Souza e Rossemágne Alves dos Santos, na cadeira número 20, tendo como Patrono o religioso Dom José Brandão de Castro.

Ao término do juramento, diplomação, entrega de togas e medalhões, os neoacadêmicos foram recepcionados pelos seguintes membros da Academia Gloriense de Letras: Gileide Barbosa de Souza Santos, Membro Fundador da AGL, ocupante da cadeira 01, proferiu saudação à neoacadêmica Leunira Batista Santos Sousa. A confreira fez um panorama da trajetória de vida da escritora, ressaltando o seu vínculo com a educação e a literatura, segmentos importantes para fortalecer ainda mais as ações da AGL com a sua chegada. Fez citação de diversos trechos do livro "O Espelho da Felicidade", de autoria da nova confreira, esperando que suas palavras se materializem nos atos da AGL, para o usufruto das novas gerações: "A raiz da felicidade está fincada no terreno fértil mais precioso que o homem possui: o coração. Deste solo, podemos colher os melhores frutos".

A recepção ao neoacadêmico, poeta André Luis Santos, foi efetuada pelo confrade Domingos Pascoal de Melo, ocupante da cadeira número 10, de Membros Efetivos. Pascoal falou da importância da AGL para a região desde o início de sua jornada. Disse que a literatura na vida do novo confrade André Luis foi precoce, lembrando diversos poemas do autor: "Apenas olhe", "As Cores", dentre outros. "Traga os seus baús de sonhos, André Luis", conclamou o acadêmico Pascoal de Melo, e em recado aos novos acadêmicos, lembrou: "nós somos o que fazemos".

O confrade Kelber Rodrigues de Souza, titular da cadeira número 18 de Membros Efetivos, em sua saudação ao neoacadêmico Rossemágne Alves dos Santos, enfatizou o estro poético e seu o humano do novo confrade no desenvolvimento de trabalhos nas áreas esportiva e social, ao lado de religiosos como o Padre Leon Gregório, Dom José Brandão de Castro entre outros. Como destaque para o poeta Rossemágne, citou o poema "Gota d´Água", alegando ser assim o amor de "Rossi" pela poesia.

Eu seu discurso de posse e preito a sua Patronesse, a nova confreira Leunira Batista falou do privilégio em ingressar na AGL, citando diversos autores como: Padre Marcelo - "Anjos de Deus", Paulo Coelho - "O caminho de cada pessoa é feito por passos que ela tem coragem de dar", Homero - "Leve é a tarefa quando muitos dividem o trabalho". Entusiasmada, disse está disposta a enfrentar os novos desafios e encerrou afirmando: "o amanhã se enriquece na sabedoria do hoje e o ontem prepara o futuro do homem".

Agradecido pela dádiva, o novo confrade, poeta André Luis, fez um panorama da vida do poeta Santo Souza, seu Patrono, atribuindo a homenagem como um símbolo de eterna gratidão. Citou um poema de autoria própria: "O inesquecível" e concluiu resumindo aquele momento com a voz embargada: "Que noite inesquecível!"

Em clima de forte emoção, o neoacadêmico Rossemágne Alves dos Santos falou do seu Patrono e que teve a honra de participar da caminhada pastoral na região ribeirinha. Citou o poema "Gota d'Água", com o qual foi consagrado no 1º Concurso de Poesia Falada da cidade de Propriá. O neoacadêmico agradeceu a todos que participaram da evolução da sua vida, e, de modo particular, ao inesquecível Padre Leon Gregório, Patrono-Mor da AGL. Encerrou com um poema de autoria própria, após prestar veneração a sua mãe: "Hoje bateu saudade! A minha mãe sempre será o fiel amor do meu dia".

Em seguida, o acadêmico José Ancelmo Aragão, titular da cadeira número 02 de Membros Fundadores, proferiu homenagem, em nome da AGL, ao artista gloriense José Hernesto dos Santos, conhecido por Tenente Sanfoneiro, agraciado com a Medalha de Honra ao Mérito, em virtude do rico patrimônio cultural que vem construindo ao longo de sua trajetória, deixando um grande legado para a região. A filha do artista leu seu discurso de agradecimento e o artista, emocionado, agradeceu a homenagem de forma estilosa, encantando a todos com os acordes da sanfona, ao tocar de modo especial as músicas "Asa Branca" e "Fazenda Velha", de sua autoria, gravada pelo consagrado artista gloriense, Sergival Silva.

A noite festiva foi encerrada pelo presidente da AGL, Jorge Henrique, ressaltou em sua fala a importância das ações da AGL como a grande mediadora dos processos de produção e circulação dos bens culturais da região, enfatizou sua notória importância no cenário cultural local e estadual e os frutos já alcançados de sua ação, comunicou do convênio internacional de trocas culturais entre a AGL e a Academia Cabo-Verdiana de Letras, anunciou a criação do Movimento Cultural Via Láctea e pontuou a importância do ingresso dos novos membros ao quadro da AGL.

Ao final, todos participaram de um coquetel de boas vindas aos novos membros da AGL.

Gileide Barbosa de Souza Santos

Secretária Geral da AGL

Cadeira nº 01

de Membros Fundadores

Jornalista - DRT 847/SE